segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Capitulo 04

| |
Naquela noite Selena mal conseguiu dormir de tanta ansiedade. Horas antes quando contará a novidade para seus pais, pudera ouvir a felicidade no timbre de voz de seu pai, que pode suspirar mais aliviado.
Não importa o que acontecesse. Ela iria se agarrar a aquele emprego com unhas e dentes. Precisava do dinheiro... Precisava muito do dinheiro.
- Ai, eu estou nervosa !
- Demetria, só eu que vou começar a trabalhar, não você. - Selena disse divertida
- Eu sei. - a loira disse roendo as unhas – Mas mesmo assim eu estou nervosa.
- O que você acha vermelho, ou preto ? - Selena perguntou levantando dois modelitos sociais, dignos de uma secretária.
- Preto. - Demi disse com tom de entendida – Assim, você não chama muito atenção no primeiro dia.
- Okey, preto. - ela disse caminhando até o roupeiro.
- você terá que comprar mais alguma modelitos. - Demetria lha advertiu enquanto olhava o restando das roupas.
- você sabe que não vou gastar dinheiro com coisas fúteis.
- Roupas não são coisas fúteis... - a loira fez uma pausa e acrescentou – Nem sapatos.
- Demetria ! - Selena disse nervosa – Quer me deixar insegura ? - a loira negou com a cabeça – Então me incentive ! - ela pediu
- Dara tudo certo querida. - Demi disse lhe dando uma piscadela.
- Obrigado, agora melhorou. - Sel gritou do banheiro
- É mas não fez nenhum sapato aparecer no seu guarda roupa. - ela disse divertida
- Demi, você sabe … - ela disse voltando já vestida
- É eu sei, você não pode gastar dinheiro com coisas fúteis. - Demetria revirou os olhos – Sabe oque resolveria seu problema ?
- O que ?
- Um marido rico. Não melhor ! - Sel revirou os olhos enquanto ela falava – Um marido velho e rico, assim você ficaria com a herança, logo que ele batesse as botas.
- Demetria ! - ela disse brava – Sabe que não sou assim.
- Okey, okey. - Demi disse levantando as mãos em sinal de rendição – Não esta mais aqui quem falou. Mas, se você quiser eu posso te levar a um asilo que …
- Demetria, eu vou realmente ficar brava com você. - Selena a alertou
- Tudo bem. - ela disse suspirando
- Vou deixar você terminar de se arrumar, e fazer o café da manhã.
- Ótimo ideia. - Selena disse irônica – Ainda bem que eu já fiz o café. - Demi sorriu zombeteira sumindo pela porta.
30 minutos depois Selena saia do apartamento e entrava em seu carro, dirigindo até a empresa.

Olhou-se no espelho rapidamente. Bom. Nada de muita maquiagem mas o necessário para se por apresentável. O terninho social combinava com os sapatos pretos de salto alto de veludo. O cabelo hoje preso, deixando apenas a franja caída para o lado, dando um toque de casualidade.
Sabia que sairá cedo de casa. Mas era bom dar uma boa impressão no primeiro dia.
E afinal de contas a vaga seria sua. Nicholas não estaria na empresa. Não tão cedo.
Sorriu consigo mesma de tal ideia.
Minutos depois entrando no estacionamento, seu queixo quase caiu.
O carro esportivo vermelho, já estava estacionado na maldita vaga que ela planejará roubar.
- Como ele … - ela disse bufando enquanto conferia a hora no celular.
Estava bastante minutos adiantada, como ele havia conseguido chegar tão cedo ?
Bateu com força no volante.
- Droga, droga e droga ! - ela disse brava
Ele havia ganhado o primeiro round, porem, não a guerra.
Ela - mesmo a contra gosto – procurou outra vaga e estacionou o seu carro.
Olhando-se pela ultima vez no espelho retrovisor, retocou o batom, e passou mais uma leve camada de blush. Ajeitou os cabelos cacheados e desceu do carro com elegância.
Não seria a maldita vaga no estacionamento que arruinaria eu primeiro dia de trabalho. Entrou no grande e luxuoso hall, como fizera da primeira vez, e pegou o elevador, apertando o número já decorado do andar.
Em questão de segundos a porta já estava se abrindo, deixando-a na recepção do lugar onde agora seria seu novo local de trabalho.
Sorriu ansiosa, e respirou fundo.
Miley, a recepcionista, pelo jeito ainda não havia chegado como a maioria das pessoas.
Sem ter mais o que fazer, ela sentou-se a ainda sorrindo, passou a esperar, até que vozes alteradas ecoaram pela sala.
- Não tem outro jeito cara ! - um homem dizia alterado – Estamos perdendo acionistas ! Isso não é bom …
- Perdemos um acionista. Não é o fim do mundo. - ela reconheceu a voz de Nicholas
- Mas poderemos perder mais. - o outro homem alertou.
As vozes estavam cada vez mais próximas.
- Você sabe o que as revistas de fofoca falam de você. Isso não é bom para os negócios.
- Metade daquilo é mentira ! - Nicholas rebateu
- Mais a outra metade não. Você acha que alguém quer ser o acionista de uma empresa onde o presidente é um irresponsável ? - o homem disse voltando a alterar a voz
- Eu não sou um … - Nicholas se interrompeu ao ver Selena sentada os olhando – Selena ? - ele disse arqueando uma sobrancelha e verificando o relógio de pulso – Ainda é cedo, o que faz aqui ?
- Ansiosa pelo primeiro dia. - ela respondeu sem saber se o chamava de Nicholas, ou de Sr. Jonas.
Nicholas nada respondeu, olhando-a tão detalhadamente, que Selena corou se sentindo nua.
O homem ao lado de Nicholas, pareceu perceber pois revirou os olhos, e caminhou na direção de Selena sorrindo:
- Já que ele esta mudo e não vai nos apresentar …. - ele estendeu a mão - Prazer, Joseph Adan, advogado do Nicholas.
- Sou Selena Marie … - ele a interrompeu
- A nova secretária dele. - ele completou – Ele disse que você era bonita. - Sel corou – Não mentiu.
- Obrigado. - ela disse envergonhada sem ousar olhar para Nicholas
- Aqui esta o meu cartão... - ele disse estendendo um pequeno papel – Se caso ele tentar abusar sexualmente de você, me avise, que podemos colocar um processo bem pesado em cima dele. - ele disse divertido
Selena riu nervosa, querendo mostrar que tinha levado na brincadeira.


Creditos para: Paty F.



3 comentários:

  1. posta logo ou quer me matar de ansiadade hem? posta please amei

    ResponderExcluir
  2. xanda sua bitch vc ta deixando o povo curioso, posteeeee
    eii selinho pra vc http://jemieternamentejemi1997.blogspot.com.br/2013/01/selinho.html

    ResponderExcluir